Curso Básico de Criação de Abelhas Sem Ferrão
(Meliponicultura)

15 e 16 de setembro – CURSO REALIZADO

Você quer conhecer mais sobre as abelhas nativas sem ferrão, ter uma caixinha para criação em sua própria casa e produzir o seu próprio mel?
Este curso foi feito para quem deseja cuidar das abelhinhas como hobby, já que o manejo das colmeias pode ser uma excelente e gratificante forma de relaxar nas horas vagas. Além disso, manter colmeias de abelhas nativas no meio urbano contribui para a preservação das diferentes espécies de abelhas nativas e dessa forma para a conservação da biodiversidade como um todo, beneficiando a natureza e a continuidade das áreas verdes, devido ao papel polinizador destas abelhinhas.
Ainda, se você se apaixonar mesmo pela atividade, o curso te capacita a criar as abelhas comercialmente como mais uma opção de fonte de renda.

VOCÊ IRÁ APRENDER SOBRE:
Criação e biologia de abelhas sem ferrão (Meliponicultura); importância da conservação; diferentes espécies de abelhas nativas; escolha das espécies; localização e instalação do meliponário; aquisição de colônias; caixas racionais; técnicas de multiplicação artificial e transferência; manejo da colmeia; boas práticas para a extração de mel; produtos das abelhas sem ferrão; legislação.

CURSO PRESENCIAL, COM ATIVIDADES PRÁTICAS DE MANEJO

CONTEÚDO


CRIAÇÃO DE ABELHAS SEM FERRÃO (MELIPONICULTURA)
O histórico da meliponicultura; conservação das espécies; uso sustentável dos recursos naturais.


A IMPORTÂNCIA DAS ABELHAS SEM FERRÃO
Características que tornam os meliponíneos polinizadores eficientes; polinização de plantas nativas e cultivadas; aspectos sociais, culturais, econômicos e ecológicos.


BIOLOGIA DAS ABELHAS SEM FERRÃO
Noções básicas e as principais diferenças entre abelha africanizada e abelha sem ferrão; classificação zoológica e distribuição geográfica; anatomia e fisiologia; castas (rainha, operária e zangão); divisão do trabalho; comunicação; feromônios; reprodução e ciclo de vida; endogamia; arquitetura dos ninhos; materiais de construção; comportamento social.


ESPÉCIES DE ABELHAS SEM FERRÃO
Diferenças entre as espécies; hábitos e locais de nidificação; tipos de entrada no ninho.

ESCOLHA DAS ESPÉCIES
Escolha de espécies que ocorrem naturalmente na região; espécies com potencial para a criação racional.


LOCALIZAÇÃO E INSTALAÇÃO DO MELIPONÁRIO
Sol, vento, chuva, água e sombreamento; fonte de alimento; distribuição das colônias; número de colônias; abrigos e coberturas; meliponários coletivos e meliponários com suporte individual.


AQUISIÇÃO DE COLÔNIAS
Obtenção das colônias de meliponários cadastrados; captura através de iscas do tipo PET; uso de caixas-iscas; atrativos.


ESCOLHA DAS ESPÉCIES
Escolha de espécies que ocorrem naturalmente na região; espécies com potencial para a criação racional.


LOCALIZAÇÃO E INSTALAÇÃO DO MELIPONÁRIO
Sol, vento, chuva, água e sombreamento; fonte de alimento; distribuição das colônias; número de colônias; abrigos e coberturas; meliponários coletivos e meliponários com suporte individual.


AQUISIÇÃO DE COLÔNIAS
Obtenção das colônias de meliponários cadastrados; captura através de iscas do tipo PET; uso de caixas-iscas; atrativos.


TIPOS DE COLMEIAS E CAIXAS RACIONAIS
Modelos de caixas racionais; conhecer madeiras apropriadas, diferentes tamanhos de caixas racionais; padronização das caixas de criação racional.


TÉCNICAS DE MULTIPLICAÇÃO ARTIFICIAL DE ENXAMES E TRANSFERÊNCIA
Avaliação de colmeias apropriadas para a multiplicação de enxames; técnica de multiplicação artificial de colônias; método de perturbação mínima; transferência do enxame para a caixa racional.



MANEJO DA COLMEIA
Alimentação artificial; tipos de alimentadores; épocas de floradas; fortalecimento de colônias fracas; conhecer os principais predadores e inimigos naturais; fauna associada; época de colheita.


BOAS PRÁTICAS DE EXTRAÇÃO E BENEFICIAMENTO DE MEL
Extração do mel; higienização; refrigeração; envase e rotulagem; estocagem e comercialização.



MANEJO DA COLMEIA
Alimentação artificial; tipos de alimentadores; épocas de floradas; fortalecimento de colônias fracas; conhecer os principais predadores e inimigos naturais; fauna associada; época de colheita.


BOAS PRÁTICAS DE EXTRAÇÃO E BENEFICIAMENTO DE MEL
Extração do mel; higienização; refrigeração; envase e rotulagem; estocagem e comercialização.



PRODUTOS DAS ABELHAS SEM FERRÃO
Mel; pólen; própolis; cera; cerume; geoprópolis.


LEGISLAÇÃO
Disciplina a utilização das abelhas sem ferrão, bem com a implantação de meliponários; registro do meliponário no órgão ambiental; licença de transporte.


MÓDULO PRÁTICO


Materiais básicos para o manejo


Apresentação da abelha mandaçaia e jataí e degustação de mel da abelha mandaçaia


Prática de coleta de mel, pólen e geoprópolis


Preparação de ninho-isca de garrafa PET


Identificação de discos de cria para a multiplicação


Apresentação e demonstração das técnicas de multiplicação artificial


Visualização das diferentes estruturas que compõem o ninho e principais cuidados a serem tomados ao efetuar multiplicação


MÓDULO PRÁTICO


Materiais básicos para o manejo


Apresentação da abelha mandaçaia e jataí e degustação de mel da abelha mandaçaia


Prática de coleta de mel, pólen e geoprópolis


Preparação de ninho-isca de garrafa PET


Identificação de discos de cria para a multiplicação


Apresentação e demonstração das técnicas de multiplicação artificial


Visualização das diferentes estruturas que compõem o ninho e principais cuidados a serem tomados ao efetuar multiplicação


PROGRAMAÇÃO

As aulas práticas e teóricas serão realizadas no Ace Coworking, localizado na Rua Almirante Tamandaré, 500, Alto da XV, com estacionamento e coffee break. 

Valor do Curso: R$225,00 (1° lote)


O valor pode ser pago através de transferência bancária, boleto ou cartão de crédito ou débito (parcelado ou à vista) através do Pagseguro.

Estão incluídos no valor: curso, coffee breaks, material para uso nas aulas práticas e certificado.

Cada aluno irá levar para casa uma isca de garrafa PET confeccionada na aula prática e um frasco de 30 ml contendo a loção atrativa que será utilizada nas iscas-PET para dar início a sua própria criação.

PROFESSORES

DIEGO NUNES


Diego Nunes possui graduação em Engenharia Florestal pela Universidade Federal do Paraná, iniciou na criação racional de abelhas sem ferrão, meliponicultura, há mais de 17 anos e mantém seu plantel desde então, onde realiza suas práticas, observações e pesquisas no melhoramento genético, estudo comportamental, manejo alimentar e reprodutivo. Paralelamente, atua coordenando e ministrando cursos de capacitação para produtores rurais, alunos de graduação e profissionais das áreas de Biologia, Zootecnia, Agronomia, Medicina Veterinária e Engenharia Florestal, e também em instituições de pesquisa na montagem e instalação de meliponários, bem como a capacitação técnica de seus funcionários. Realizou o curso de formação de instrutores de meliponicultura abelhas indígenas sem ferrão, realizado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR). Tem experiência na área de zoologia, meliponicultura e botânica. Coordenou o resgate e salvamento científico da melissofauna na área de implantação da UHE-Mauá, no Rio Tibagi, e o seu posterior monitoramento, entre os municípios de Ortigueira e Telêmaco Borba, no Estado do Paraná. Realizou o levantamento de abelhas sem ferrão para elaboração de Estudo de Impacto Ambiental – EIA e Relatório de Impacto Ambiental – RIMA, da Faixa de Infraestrutura no município de Pontal do Paraná, nas fases de Licença Prévia (LP) e Licença de Instalação (LI). Atualmente presta consultorias em projetos ambientais que envolvam abelhas nativas sem ferrão.

TATIANA DE MELLO DAMASCO


Tatiana de Mello Damasco é Técnica em Meio Ambiente, estudou 2 anos Zootecnia na Universidade Federal do Paraná e atualmente cursa Gestão Ambiental também pela UFPR. Dedica-se à pesquisa e ao estudo das abelhas sem ferrão em seu meliponário há 15 anos, ministrando cursos e palestras sobre a criação de abelhas sem ferrão. Foi sócia fundadora de uma empresa de gestão ambiental de serviços na área de abelhas nativas sem ferrão e faz parte da Câmara Técnica de Meliponicultura da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento do Paraná (SEAB). Trabalhou como técnica de campo no resgate e salvamento científico da melissofauna na área da Usina Hidrelétrica de Mauá, entre os municípios de Telêmaco Borba e Ortigueira, onde atuou como resgatadora de abelhas sem ferrão na área de supressão da bacia de acumulação do reservatório da usina. Participou da equipe de apoio na elaboração do levantamento de abelhas sem ferrão para elaboração de Estudo de Impacto Ambiental – EIA e Relatório de Impacto Ambiental – RIMA, nas fases de Licença Prévia (LP) e Licença de Instalação (LI) da Faixa de Infraestrutura em Pontal do Paraná. Atualmente realiza pesquisa de levantamento das abelhas sem ferrão no Parque Nacional Saint-Hilaire/Lange, nos municípios de Paranaguá, Morretes, Guaratuba e Matinhos.

INSCRIÇÕES ENCERRADAS

Quer participar da próxima turma? Entre em contato através do e-mail contato@horicursos.com.br ou ligue para nós 🙂